Câmara de Pindamonhangaba prioriza cultura, institui o “Dia da Capoeira” e inclui Festival de Música Cristã em calendário de eventos oficiais da cidade

por Robson Luis Monteiro publicado 05/09/2018 16h35, última modificação 10/09/2018 10h26
Legislativo também homenageou o radialista de Pindamonhangaba, Celso Bicudo, com a Medalha “Percy Newton de Lacerda César”
Câmara de Pindamonhangaba prioriza cultura, institui o “Dia da Capoeira” e inclui Festival de Música Cristã em calendário de eventos oficiais da cidade

Soberano, Plenário da Câmara de Pindamonhangaba aprovou o Dia da Capoeira e a inclusão do FEMUSC no calendário de eventos da cidade

Em noite de galerias tomadas pela população, a Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba realizou a 29ª Sessão Ordinária no Plenário “Dr. Francisco Romano de Oliveira” e as atividades culturais da cidade foram o destaque dos projetos analisados pelos parlamentares na noite desta segunda-feira, dia 03 de setembro. Os dois Projetos de Lei listados oficialmente na Ordem do Dia foram discutidos e aprovados – por unanimidade – pelos vereadores.

Capoeira

O primeiro item da Ordem do Dia foi o Projeto de Lei n° 193/2017, do vereador Rafael Goffi Moreira (PSDB), que “Institui no âmbito do município de Pindamonhangaba, o DIA DA CAPOEIRA, a ser comemorado no dia 03 de agosto”. O documento foi apresentado, discutido e aprovado por 10 votos a zero. O projeto destaca que “fica instituído o Dia da Capoeira, a ser comemorado, anualmente, no dia 03 de agosto, devendo constar no Calendário Oficial de Eventos do Município’. O autor do projeto, vereador Rafael Goffi, enfatizou em seu pronunciamento que “a Capoeira é uma expressão cultural que mistura esporte, luta, dança, cultura popular e lazer, sendo desenvolvida por descendentes de escravos africanos trazidos para o Brasil, além de representar a resistência dos negros à escravidão”. O parlamentar explicou que a capoeira “é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos e diferentemente de outras artes marciais, a capoeira traz a musicalidade, uma vez que seus adeptos aprendem não apenas a lutar e a jogar, mas também a tocar instrumentos e a cantar”. Segundo Rafael Goffi, “por iniciativa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), instituição vinculada ao Ministério da Cultura, a capoeira foi reconhecida, em julho de 2008, como patrimônio cultural imaterial brasileiro, e em novembro de 2014, a Roda de Capoeira foi considerada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. No Estado de São Paulo, a Lei n° 4.649, de 07 de agosto de 1985, instituiu o Dia do Capoeirista, a ser comemorado no dia 03 de agosto”.


FEMUSC

Na sequência, o plenário apreciou o Projeto de Lei n° 78/2018, do vereador Janio Ardito Lerario (PSDB), que “Institui e inclui no calendário oficial de festas e comemorações do município de Pindamonhangaba o FEMUSC – FESTIVAL DE MÚSICA CRISTÔ. O projeto também foi aprovado por 10 votos dos parlamentares. Desta forma, o artigo 1º do Projeto esclarece que “fica instituído e incluído no calendário oficial de festas e comemorações do município, o FEMUSC — FESTIVAL DE MÚSICA CRISTÃ, a ser comemorado anualmente no primeiro sábado do mês de outubro.

Ao defender a aprovação do Projeto, o vereador Janio Lerario explicou que “o FEMUSC – FESTIVAL DE MÚSICA CRISTÃ tem como objetivo geral, incentivar a composição de músicas cristãs e evangelizar através da música. Seus objetivos específicos são: incentivar a composição de canções; evangelizar e levar a mensagem de Deus para os ouvintes e gerar harmonia e união entre igrejas”. O Festival será realizado no pátio da Paróquia de São Cristóvão, localizada na avenida Professor Manoel César Ribeiro, 4851, bairro Cidade Nova, Pindamonhangaba/SP e conta com a presença de bandas, ministérios e cantores solos. A Comunidade de São Cristóvão tem como objetivo, através de pessoas voluntárias, preparar para Deus projetos que levam o evangelho de Jesus Cristo de maneira que a sociedade possa entender e buscar a proposta do Senhor de implantação do Reino de Deus. Janio Lerário enfatizou que “o FEMUSC – FESTIVAL DE MÚSICA CRISTÃ teve início em 2007 com a pastoral da comunicação (PASCOM). A comemoração do FEMUSC ocorrerá no primeiro sábado do mês de outubro.

Medalha Percy Lacerda

A sessão ordinária também foi marcada por uma importante homenagem: a entrega da medalha Percy Newton de Lacerda César” ao radialista da Nova Difusora FM, Celso Donizete Bicudo. A medalha foi concedida a Celso Bicudo por intermédio do Decreto Legislativo nº 04/2018, de 04 de julho de 2018, cuja autoria é do vereador Antonio Alves da Silva – Toninho da Farmácia (PSDB). O ato solene aconteceu no plenário da Casa Legislativa e contou com a presença de familiares, amigos e companheiros de trabalho de Celso Bicudo, entre eles, os radialistas Pepe e Cássio Renato. Celso Donizete Bicudo recebeu a honraria pelos “relevantes serviços prestados à comunidade de Pindamonhangaba e por sua ativa e forte atuação como radialista em nossa cidade”.


Celso Bicudo nasceu em 15 de fevereiro de 1970 em Pindamonhangaba e é filho de Alice dos Santos Bicudo e Roque Bicudo. Iniciou suas atividades na Rádio Difusora AM 1500. Desde aquela época sempre atuou como operador de rádio tendo trabalhado com profissionais como o próprio Percy Lacerda, Jota Marcondes, Vicente Pereira, Messias de Mello, Luiz Carlos Cardoso, Pedro Luiz, Maurício Garcia, Reinaldo Barbosa, Clineu Lima, Élcio Veloso, Aldo Patrick, entre outros. Atuou como operador folguista e posteriormente passou a ser operador de rádio mensal. Naquela época era totalmente diferente. Usava-se discos de vinil, cartucheiras, fitas de rolo. Ainda se tornou técnico de externa atuando em partidas de futebol, shows e eventos. Celso Bicudo participou da evolução da rádio para o sistema de digital e hoje é a Nova Difusora FM 103,7. Hoje atua no horário das 6 às 13 horas na mesma emissora de rádio onde começou sua carreira.

Tribuna Livre

No início dos trabalhos da noite, a Tribuna Livre foi utilizada pelo senhor Jeovani Aloisio R. Godoi que abordou o assunto “Preconceito ocorrido em seu ambiente de trabalho, com atitude homofóbica do vereador Ronaldo Pipas”. O munícipe relatou que “estava na Câmara para procurar seus direitos”. “Não estou aqui para ofender ninguém. Eu busco respeito”. Jeovani acusou o vereador Ronaldo Pinto de Andrade – Ronaldo Pipas de “atitudes homofóbicas”. “Eu batalhei para chegar nesta função. Eu gostaria de uma atitude desta Casa de Leis. Eu não estou julgando ninguém. Estou aqui porque sou um cidadão e gosto das coisas certas e o que aconteceu comigo foi muito grave”, afirmou. Para Jeovani, “se não podemos confiar nas pessoas que colocamos para nos representar aqui, em quem vamos confiar, quem vai nos representar?”. Ele finalizou afirmando: “Tenha mais humildade vereador, pois foi a população que o colocou aqui”.


  


Na fase de “Pronunciamentos Pessoais” da sessão ordinária, o vereador Ronaldo Pinto de Andrade – Ronaldo Pipas esclareceu os fatos sobre a denúncia apresentada. Ronaldo Pipas enfatizou que “ser homofóbico é ter ódio e esse sentimento eu nunca tive. Tenho inúmeros amigos homossexuais. As pessoas que me conhecem sabem que não tenho essas características e essa postura”. Ronaldo Pipas disse estranhar que “essa denúncia tenha sido feita somente agora”. Segundo ele, “no dia em que ocorreu esse fato, eu estava fazendo uma fiscalização no Pronto Socorro. Isso foi no dia 20 de dezembro de 2017, portanto há mais de 8 meses. Neste dia, o denunciante estava colocando um senhor pra fora do PS de forma violenta. E ai eu intervi para evitar essa agressão. Filmei e mostrei isso nas redes sociais. Por isso, acho estranho que somente agora, oito meses depois, ele se sinta ofendido e venha aqui pra denunciar o fato”. O vereador do PR classificou essa atitude de “prática de uma política suja”. Ronaldo Pipas finalizou seu pronunciamento dizendo que “quem não deve não teme. Usar fatos de 8 meses atrás para me denegrir. São notícias falsas que denigrem a imagem de pessoas. Peço desculpas às pessoas que estão presentes que viram essa baixaria”.

30ª Sessão Ordinária

Na próxima segunda-feira, dia 10 de setembro, a partir das 18 horas, a Câmara de Pindamonhangaba promoverá a 30ª sessão ordinária. A reunião plenária é aberta a toda a comunidade e será realizada no Plenário “Dr. Francisco Romano de Oliveira”. A sede da Câmara de Vereadores está localizada na rua Alcides Ramos Nogueira, 860 – Mombaça. A sessão ordinária conta com transmissão “ao vivo” pelo canal 4 da Operadora NET e, também, pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br.