Com o propósito de prevenção, Câmara institui o Dia Municipal de combate ao mosquito transmissor da Dengue

por Luiz Carlos Pinto publicado 07/03/2017 16h20, última modificação 07/03/2017 16h21
Como a precaução é o melhor remédio contra toda doença, esta Lei tem o intuito de conscientizar a população sobre os riscos e os males causados pelo mosquito transmissor da dengue
Com o propósito de prevenção, Câmara institui o Dia Municipal de combate ao mosquito transmissor da Dengue

Vereadores instituem o Dia Municipal de combate e prevenção ao mosquito transmissor da Dengue, do vírus Zika e da febre Chikungunya, a ser comemorado no 5º dia útil de agosto

A Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba realizou às 18 horas da segunda-feira, dia 06 de março, a 6ª Sessão Ordinária da 17ª Legislatura 2017 – 2020, no Plenário do Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin”.

A Sessão contou na Ordem do Dia com o Projeto de Lei n° 38/2017, de autoria do vereador Rafael Goffi Moreira (PSDB), que “Institui o Dia Municipal de combate e prevenção ao mosquito transmissor da Dengue, do vírus Zika e da febre Chikungunya”, que foi aprovado por unanimidade.

Em sua justificativa, o vereador alega que “ao afirmar que a prevenção é a melhor solução, esta Lei tem por objetivo criar uma consciência cidadã em nossos munícipes contra o mosquito transmissor da Dengue, do vírus Zika e da febre Chikungunya, o Aedes aegypti, que infelizmente se tornou um grave problema para toda a sociedade”.

O Projeto prevê que no quinto dia útil do mês de agosto seja realizado anualmente o Dia Municipal de combate e prevenção ao mosquito transmissor da Dengue, do vírus Zika e da febre Chikungunya.

O parlamentar disse que neste dia, a Secretaria Municipal de Saúde deverá realizar ações que movimentem a cidade, conscientizando a população da importância da prevenção e o combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da Dengue, do vírus Zika e da febre Chikungunya.


Tribuna Livre

O coordenador das entidades Amor Exigente e APAMEX – Associação Pindamonhangabense Amor Exigente, Fernando Antunes Lima, utilizou a Tribuna Livre para apresentar aos vereadores as entidades e os trabalhos por elas realizados. Na oportunidade, solicitou apoio dos parlamentares para que intercedam junto à Administração Municipal visando a cessão de um espaço permanente onde possam exercer suas atividades.

De acordo com o dirigente, a entidade assistencial Amor Exigente é um movimento de proteção social destinado a pais, professores e a família em geral, que tem a proposta comportamental para prevenir e solucionar problemas com uso de álcool e outras drogas.

Em Pindamonhangaba, a entidade atende cerca de 120 famílias, 40 crianças e 35 sobriedades (sóbrio com relação ao álcool). Também realiza cursos de capacitação para cerca de 200 pessoas e 40 atendimentos psicológicos e clínicos.


A entidade está amparada no tripé: proteção social, espiritualidade pluralista e responsabilidade social. É um programa que salva vidas e restaura a dignidade das pessoas.

Fernando Lima explica que o diferencial entre as entidades é que a Amor Exigente é composta por pessoas físicas e a APAMEX por pessoas jurídicas e que ela tem toda uma estrutura e uma diretoria. A entidade oferece atendimentos às pessoas em estado de vulnerabilidade social através de assistências psicológicas e clínicas de segundas às quintas-feiras, com profissionais voluntários e contratados por meio de verbas públicas através da captação de recursos para atender a demanda.

Próxima Sessão Ordinária

A 7ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba será realizada na próxima segunda-feira, dia 13 de março, a partir das 18 horas no plenário “Francisco Romano de Oliveira”. O Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin” está localizado na rua Alcides Ramos Nogueira, 860 – Mombaça. A sessão é aberta à população, com transmissão “ao vivo” pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br.