Moral, respeito e honradez são exaltados em celebração ao Dia do Escoteiro na Câmara de Pindamonhangaba

por Luiz Carlos Pinto publicado 20/04/2016 17h25, última modificação 20/04/2016 17h25
Dois chefes e duas escoteiras receberam diploma de Honra ao Mérito por representarem com honra e dignidade os atributos que ensejam a conduta da servidão e essência do amor ao próximo
Moral, respeito e honradez são exaltados em celebração ao Dia do Escoteiro na Câmara de Pindamonhangaba

Escoteiros de Pindamonhangaba festejam seu dia em solenidade na Câmara de Vereadores

Em Sessão Solene comemorativa ao Dia do Escoteiro, a ser celebrado no próximo dia 23, a Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba homenageou no dia 19, no Palácio Legislativo Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin, dois chefes e duas escoteiras com a entrega de um Diploma de Honra ao Mérito, pelo destaque nos grupos e nas patrulhas escoteiras.


A solenidade foi realizada por força do Decreto Legislativo nº 03/2010, reivindicada por meio do requerimento nº 659/2016, de autoria do vereador Professor Eric (DEM) que abriu a Sessão, porém devido a compromissos pessoais passou a presidência dos trabalhos ao vereador Magrão (PR), vice-presidente da Câmara, que a conduziu até seu encerramento.


Na oportunidade foram homenageados: Chefe Escoteiro Luiz Antônio Alves e Escoteira Beatriz Diniz Toledo, representando o Grupo Escoteiro Itapeva - 97/SP e Chefe Escoteiro Wilson Oliveira da Silva e Guia Escoteira Sarah de Paula Oliveira da Silva, que representaram o Grupo Escoteiro Evangélico Levi – 361/SP.

O Orador Oficial, professor Clóvis San Martin Leite de Abreu, Chefe do Grupo Escoteiro Itapeva, abrilhantou a sessão discorrendo que “o escotismo é um movimento de jovem e para o jovem, onde o adulto entra como motivador. Ele tem uma função de educação que chamamos de não formal, que se preocupa com o desenvolvimento integral da criança, do jovem e do adolescente e também dentro daquela visão de educação, principalmente de nós adultos que ao relacionarmos com o jovem e a criança, quem mais aprende somos nós, dilatando nossa capacidade de compreensão, de entendimento e de aprender o que é uma vida cheia de alegria, como os escoteiros tentam buscar, fazer”.


O Chefe Clóvis também destacou que o escotismo é baseado em princípios: a relação com Deus, a Pátria e o Próximo, bem como a relação com a natureza e conosco mesmo.

No sentido crítico, ele enfatiza que a Promessa e a Lei Escoteira nos motiva a entrar num conflito sério, onde pergunta, “dá pra se viver a Lei e a Promessa Escoteira nos dias de hoje?”. Como ensinar para os jovens se os adultos não estão dando o exemplo necessário. Afirma ainda que é muito complicado o mundo que estamos deixando para eles, os jovens. Que o movimento escoteiro está fazendo o que ele chama de contra cultura, pois a cultura de hoje, prega tudo que é errado, ela só vê o que interessa. Conclui dizendo que todos nós temos que repensar as nossas atitudes.

Os homenageados

Chefe Escoteiro Luiz Antônio Alves, não pôde comparecer devidos a compromissos inadiáveis assumidos anteriormente, foi representado pelo Orador Chefe Clóvis San Martin e pelos seus assistentes de chefia da tropa Impisa: Chefes Rodrigo e Ewerton.


Nascido em Pindamonhangaba, Chefe Luiz, como é conhecido, iniciou sua participação no Movimento Escoteiro em 2007, levado por seu filho, onde passou a colaborar intensamente nas atividades do Grupo Escoteiro Itapeva. Participou de diversos cursos de formação escoteira. Como Dirigente Institucional participou como membro do Conselho Fiscal e como Escotista foi assistente de Chefia da Tropa Impisa, onde atualmente é Chefe de Seção. É uma pessoa de fácil relacionamento, com bons conhecimentos do Movimento Escoteiro, sempre atuando com dedicação, alegria e liderança na orientação dos jovens, contribuindo para o crescimento do Grupo Escoteiro Itapeva e o engrandecimento do Movimento Escoteiro em Pindamonhangaba.

Escoteira Beatriz Diniz Toledo, representante do Grupo Escoteiro Itapeva, ingressou no Movimento Escoteiro em 2014 e desde então seu crescimento pessoal e as conquistas são uma constante em sua vida. É uma filha organizada, empenhada e muito carinhosa. Participa do Coral Nossa Senhora de Fátima, da Paróquia do Crispim. Em sua tropa mostra-se disciplinada para aprender sempre mais. Participativa, respeita a promessa e as leis do escotismo. É irmã dos demais escoteiros, e nas atividades está sempre pronta para ajudar a todos.


Chefe Wilson Oliveira da Silva, é do Grupo Escoteiro Evangélico Levi, onde ingressou em 2015. Um dos fundadores do Grupo Escoteiro Evangélico Lerru, está no movimento desde 2011. Toda sua família está envolvida no escotismo. É uma pessoa dinâmica, sempre disponível para ajudar nas várias atividades de Grupos e até mesmo dos Distritos da região. Um grave acidente o deixou internado, onde a leitura dos vários livros, manuais e regras do Escotismo, permitiu com que pudesse colocar em prática todas as teorias com muita segurança e dedicação, sendo destaque em diversas atividades escoteiras em todos os ramos: Lobinhos, Escoteiros, Seniores e Pioneiros. Atualmente é Chefe de Seção da Tropa Escoteira Sarça Ardente do Grupo Escoteiro Evangélico Levi, sendo exemplo para todos os jovens e escotistas do Grupo.


Guia Escoteira Sarah de Paula Oliveira da Silva, participa do Movimento Escoteiro desde 2011, quando incentivou e participou da criação do Grupo Escoteiro Evangélico Lerru, em Tremembé. Atualmente é membro do Grupo Escoteiro Evangélico Levi. Sempre dedicada em todas as atividades escoteiras, participou de vários acampamentos, jornadas, desafios, excursões, trilhas ecológicas, de sobrevivência, prevenções a incêndios e primeiros socorros, sociais e comunitárias, destacando-se nas ações em escolas, lar de crianças e idosos, onde desenvolve brincadeiras com jogos e brinquedos.