Parlamentares aprovam denominações de ruas e declaram Associação Orquidófila de Pindamonhangaba de utilidade pública

por Luiz Carlos Pinto publicado 28/09/2016 16h55, última modificação 28/09/2016 16h55
Nove ruas do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant receberam denominações através de projetos de Lei autorizados pela Casa de Leis
Parlamentares aprovam denominações de ruas e declaram Associação Orquidófila de Pindamonhangaba de utilidade pública

Associação Orquidófila de Pindamonhangaba é declarada de utilidade pública e edis aprovam novas denominações de ruas no Residencial Flamboyant

A 34ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba, realizada na segunda-feira, dia 26 de setembro, às 18 horas no plenário do Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin”, foi marcada com a aprovação unânime dos dez projetos que constaram em sua pauta da Ordem do Dia.

O primeiro projeto aprovado foi o n° 96/2016, de autoria do vereador Martim Cesar (DEM), em que “Declara de Utilidade Pública a Associação Orquidófila de Pindamonhangaba – ASSOP”.

A ASSOP é uma entidade sem fins lucrativos que tem por finalidade congregar todos os afeiçoados orquidófilos amadores de Pindamonhangaba e região, despertando entre eles o espírito de cooperação e cordialidade, promovendo a defesa da flora, incentivando e estimulando por todas as formas possíveis o gosto pelo cultivo de orquídeas. A entidade também promoverá estudos, palestras, cursos, conferências, pesquisas e publicações, para maior conhecimento técnico dos seus associados, além de apoiar e colaborar com as autoridades, entidades e campanhas que visem à proteção e defesa de nossa flora, evitando a sua devastação.

Os demais projetos de denominação, por sua característica, foram votados englobadamente, todos com pareceres favoráveis à aprovação, referendada pelos edis.

As proposituras aprovadas foram as seguintes:

- Projeto de Lei n° 97/2016, de autoria do vereador Felipe César (PV), que denomina a avenida 1, do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant de Jarbas Gomes de Araújo.

Jarbas Gomes de Araújo

Nasceu em Pindamonhangaba em 20 de janeiro de 1926 e faleceu em 27 de dezembro de 1980. Filho de Ovídio Gomes de Araújo e Maria Amélia Monteiro Salgado, era casado com Maria Junho de Araújo, com quem teve seis filhos.

Formou-se Contador na Escola de Comércio de Pindamonhangaba e trabalhou na empresa de materiais de construção Moacyr Freire S.A. por 25 anos. Em 1964, junto com o engenheiro José Renato San Martin, montou uma loja de materiais elétricos. Em 1968 prestou exame para obter o CRECI, tornando-se o 1° corretor de imóveis de Pindamonhangaba, sendo responsável pela execução e venda do Loteamento Santa Luzia.

 

- O Projeto de Lei n° 98/2016, do vereador Martim César, denomina de Rodrigo Nunes da Conceição, a rua 2 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Rodrigo Nunes da Conceição

Era casado, pai de três filhos. Nascido em Pindamonhangaba em 21 de agosto de 1954, começou cedo na profissão de encanador, aos 14 anos. Trabalhou na antiga Aisa por 6 anos. Em 1980 ingressou na Prefeitura de Pindamonhangaba, de onde se aposentou em 2011, mas continuou a trabalhar. No início de 2013 devido a problemas de saúde, afastou-se do trabalho, vindo a falecer em novembro do mesmo ano.

 

- Outra proposta aprovada de autoria do vereador Martim César é o Projeto de Lei n° 99/2016, que denomina de Brazilia Rodolpho de Moura, a rua 3 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Brazilia Rodolpho de Moura

Natural de Campos do Jordão, Brazilia nasceu aos 05 de abril de 1937, filha de Lyzandro Rodolpho e Anna Maria Bissoli. Era casada com Luiz José Salgado de Moura com quem teve três filhas: Ana Maria, Fátima e Silvana. Por muitos anos, além dos afazeres do lar, contribuiu com o marido no comércio de combustível e peças para veículos no Posto 10 de Julho. Faleceu no dia 19 de setembro de 2015,

aos 78 anos de idade.

 

- Também do vereador Martim César, o Projeto de Lei n° 100/2016, onde denomina a rua 4 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant de Luiz José Salgado de Moura.

Luiz José Salgado de Moura

O Pindamonhangabense Luiz José Salgado de Moura nasceu em 21 de abril de 1937, filho de Eduardo Pires de Moura e Aparecida Salgado de Moura. Comerciante, era casado com Brazilia Rodolpho de Moura, com quem teve três filhas. Foi membro fundador do CRAP — Clube de Radioamadores de Pindamonhangaba, onde exerceu por muito tempo a presidência. Faleceu aos 74 anos em 08 de setembro de 2011.

 

- O vereador Martim César apresentou o Projeto de Lei n° 101/2016, que nomeia de Isaltino Escossio, a rua 5 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Isaltino Escossio

Nasceu no dia 05 de agosto de 1927, filho de João Batista Escossio e Benedita Oliveira Machado. Desde pequeno ajudava sua família no sustento de casa, inicialmente trabalhando com carro de boi pelas ruas de Pindamonhangaba, onde carinhosamente era conhecido por Zartino. Mais tarde, passou a trabalhar com caminhão e venda de material de construção. Por muitos anos foi presidente do Clube Corinthians de Pindamonhangaba, onde era conhecido e querido por todos. Foi um excelente marido, um pai muito presente, amado e amigo de todos; por onde passava deixava sempre seu carinho e admiração. Seu lema era “Deixe marcas em

tudo que faça”. Faleceu em 10 de julho de 2010, com 83 anos.

 

- O Projeto de Lei n° 102/2016, do vereador Martim César, denomina de Luzia Paes Escossio, a rua 6, do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Luzia Paes Escossio

Era filha de Benedito Paes dos Santos e Maria das Dores Paes. Nascida em 17 de janeiro de 1930, foi uma pessoa exemplar, uma excelente dona de casa, uma mãe e avó maravilhosa, iluminada, abençoada e lutadora. Trabalhou desde os sete anos na lavoura para ajudar no sustento da família e só parou aos 26 anos para se casar e ter seus filhos. Todos que batiam em sua porta eram acolhidos e amparados por ela, sem exceção, dada a sua bondade, que contagiava aos que a cercavam. Tinha um sério problema no pulmão, que adquiriu ao trabalhar na friagem da lavoura. Seu lema era: “Lutar sempre, desistir jamais”. E lutou até o último instante da sua vida. Faleceu aos 85 anos, em 27 de julho de 2015.

 

- Outra propositura de denominação do vereador Martim César é o Projeto de Lei n° 103/2016, que “Denomina a rua 7 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant de Maria Junho de Araújo”.

Maria Junho de Araújo

Nascida na cidade de Santa Catarina (MG) em 05 de abril de 1929, era filha de Maria Goulart Junho e José Justo Junho, conhecida na cidade como Terezinha Araújo.

Católica, formada em Pedagogia pela Escola Nossa Senhora do Bom

Conselho, em Taubaté, casou-se com Jarbas Gomes de Araújo, com quem teve seis filhos. Lecionou na Escola Típica Rural no bairro Ponte Alta, em Pindamonhangaba; na Escola Dr. Martinico Prado, na fazenda Coruputuba, onde ganhou o apelido de “Maria Goulart”; foi transferida para escola Dr. Rodrigo Romeiro, sendo professora e diretora até sua aposentadoria em 1976. Dedicou parte de sua vida para ajudar entidades filantrópicas e os mais carentes. Com a ajuda de amigas e apoio da Prefeitura de Pindamonhangaba, construíram várias casas para os necessitados nos bairros Cidade Nova, Feital e Delta. Era voluntária na Santa Casa de

Pindamonhangaba. Faleceu em 27 de novembro de 2010.

 

- O Projeto de Lei n° 104/2016, de autoria dos vereadores Professor Eric de Oliveira (DEM) e Martim César, denomina de Aziz Mourad Boulos, a rua 8 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Aziz Mourad Boulos

Libanês, Aziz nasceu em Aintourine aos 15 de junho de 1940 e era filho de Mourad Boulos e Chahide Saab Boulos. Chegou no Brasil em 1958, vindo para Pindamonhangaba em 1979 onde se radicou no Parque São Domingos. Era casado com Olga Saab Boulos com quem teve dois filhos: Antônio Aziz Boulos (advogado) e Simone Aziz Boulos (comerciante). Cursou o ensino médio no Brasil, porém no Líbano, antes de vir para o Brasil, lecionava francês aos alunos mais novos, na única escola de sua cidade natal. Em 1985 requereu sua naturalização. Desde sua chegada no Brasil sempre foi comerciante. Teve duas lojas de roupas na avenida

Jorge Tibiriçá, um bar e restaurante, uma quitanda e, por último, uma mercearia no Parque São Domingos. Faleceu no dia 12 de agosto de 2003.

 

- E finalizando, o Projeto de Lei n° 105/2016, também de autoria do vereador Martim César, denomina de Geraldo Alves de Azevedo, a rua 9 do Loteamento Residencial e Comercial Flamboyant.

Geraldo Alves de Azevedo

Natural de Santa Cruz - RN, nasceu em 25 de fevereiro de 1950, filho de Júlio Joaquim Azevedo e Rita Alves de Azevedo, uma família humilde e muito batalhadora. Em 1977 mudou-se para Pindamonhangaba, vindo a trabalhar na Prefeitura de Pindamonhangaba, dedicando toda sua vida ao serviço público municipal. Pessoa simples, mas de grande coração, Geraldo (ou Baiano como era conhecido por muitos) não media esforços para ajudar o próximo. Com seu jeito extrovertido e enérgico distribuía alegria por onde passava. Solteiro, dedicava todo seu amor e carinho à sua irmã e aos sobrinhos. Faleceu em 26 de dezembro de 2005.


Próxima Sessão Ordinária

Na próxima segunda-feira, dia 03 de outubro, a Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba realizará a partir das 18 horas no plenário “Francisco Romano de Oliveira”, a 35ª Sessão Ordinária. O Palácio Legislativo “Dr. Geraldo José Rodrigues Alckmin” está localizado na rua Alcides Ramos Nogueira, 860 – Mombaça. A sessão é aberta à população, com transmissão “ao vivo” pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br.