Parlamentares aprovam Projeto do Executivo que destina cerca de R$ 1,3 milhão de subvenções a entidades assistenciais de Pindamonhangaba

por Luiz Carlos Pinto publicado 30/05/2018 17h20, última modificação 04/06/2018 08h59
Na mesma Sessão, vereadores aprovam convênio no valor de R$ 1.150 para o Programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito. Verba de R$ 339 mil para a educação e ainda denomina a creche, a escola e a UBS do Residencial Bem Viver e as novas instalações da Secretaria de Educação e Cultura
Parlamentares aprovam Projeto do Executivo que destina cerca de R$ 1,3 milhão de subvenções a entidades assistenciais de Pindamonhangaba

Entidades Assistenciais receberão R$ 1,3 milhão de subvenções

A Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba realizou uma movimentada Sessão no dia 28 de maio, por ocasião da 18ª Sessão Ordinária, com a aprovação de oito Projetos de Lei e uma proposta adiada.

Ordem do Dia

Três Projetos de Lei de autoria do Poder Executivo constaram da Ordem do Dia, sendo destes, o Projeto de Lei n° 35/2018, que “Autoriza o Executivo Municipal a fazer doação de uma área para a Fazenda do Estado de São Paulo”, foi adiado por noventa dias a pedido do vereador Professor Osvaldo Macedo Negrão (PR), devido a falta de documentação por parte da Administração Municipal.

A propositura nº 36/2018, que “Dispõe sobre o Plano Municipal de Cultura de Pindamonhangaba”, foi aprovada por unanimidade. De acordo com a justificativa apresentada pelo prefeito, esta proposta diz respeito à instituição do Plano Municipal de Cultura de Pindamonhangaba, com duração de 10 anos, em atendimento ao Acordo de Cooperação Federativa firmado entre a União, por intermédio do Ministério da Cultura — MINC e o Município de Pindamonhangaba, visando o desenvolvimento do Sistema Nacional de Cultura — SNC.

Outra Proposta do Executivo aprovada integralmente pelos vereadores é o Projeto de Lei n° 54/2018, que “Dispõe sobre a abertura de crédito adicional suplementar e especial”, no valor de R$ 339 mil, na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, no Departamento Pedagógico, em função do superavit financeiro apurado em 2017.


Inclusões

Seis Projetos de autoria do Poder Executivo foram inclusos na Ordem do Dia e aprovados por unanimidade pelos edis, sendo quatro propostas de denominações de prédios públicos e duas proposituras de abertura de crédito: uma de convênio entre o Estado e o Município e outra de subvenções a entidades assistenciais.

O Projeto de Lei nº 62/2018, refere-se a Abertura de Crédito Adicional Especial, no valor de R$1.157.136,23 (Um milhão, cento e cinquenta e sete mil reais e vinte e três centavos), na Secretaria Municipal de Serviços Públicos, no Departamento de Trânsito, referente ao termo de convênio n° 30/2018 firmado com o Governo do Estado de São Paulo, por meio do Departamento Estadual de Trânsito — DETRAN, para ações pertinentes ao Programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

A proposta nº 74/2018, Autoriza o Poder Executivo Municipal a transferir recursos financeiros, na ordem de R$ 1.311.822,87 (Um milhão, trezentos e onze mil, oitocentos e vinte e dois reais e oitenta e sete centavos), para o exercício de 2018, às entidades assistenciais, a título de Subvenção Social. Foram beneficiadas as seguintes entidades que prestam relevantes serviços ao município: ACCI Francisca Inácio Ribeiro, ACCI Moreira César Helena Bondioli Muassab, Lar Irmã Terezinha – Associação de Assistência ao Idoso, Lar São Vicente de Paulo, Associação Corporação Musical Euterpe, Associação de Pais e Amigos de Adolescentes em Risco – APAR, Associação dos Salesianos Cooperadores de Pindamonhangaba, IA3 - Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Humano a Artes e Aprendizagem, Lar da Criança Irmã Júlia e Projeto Social Grêmio União.

Denominações

Também foram aprovadas, por unanimidade, pelos parlamentares as seguintes propostas de denominação: Projeto de Lei nº 66/2018, denomina de Ruth Dóris Lemos, o Centro Municipal de Educação Infantil (creche), do Residencial Bem Viver, no bairro Araretama; Projeto de Lei nº 67/2018, denomina de Professor João Kolenda Lemos, a Escola Municipal situada no Residencial Bem Viver, no bairro Araretama e o Projeto de Lei nº 69/2018, denomina de Enfermeira Rosângela Maria Pires a UBS – Unidade Básica de Saúde, também do Residencial Bem Viver, no bairro Araretama. Já o Projeto de Lei nº 68/2018, denomina de Professor Luiz Sávio Neto, a nova sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, na rua Senador Dino Bueno, nº 119, antigo prédio do Colégio Comercial Dr. João Romeiro.

Ruth Dóris Lemos

Era formada em teologia pelo Instituto Bíblico dos Grandes Lagos e Ministra do Evangelho no Distrito Norte do Estado da Califórnia. Casou-se com João Kolenda Lemos em 1950. No ano de 1951, Ruth e seu marido vieram para o Brasil como missionários, no Rio de Janeiro. Trabalharam com o missionário Lawrence Olson e auxiliaram na produção de materiais para escola dominical na Casa Publicadora das Assembleias de Deus. Com o desejo de fundar um seminário de teologia, o casal Kolenda deixou a Casa Publicadora das Assembleias de Deus e iniciou um árduo trabalho na tradução de livros, manuscritos e outras literaturas para a língua portuguesa. No dia 15 de outubro de 1958, na cidade de Pindamonhangaba SP, nasceu o Instituto Bíblico das Assembleias de Deus mais conhecido como IBAD, com regime de internato. Ruth Dóris Lemos dava aulas de inglês para ajudar a sustentar o seminário. Faleceu no dia 23 de outubro de 2009, após uma cirurgia endovascular, um ano depois do IBAD completar seu jubileu de Ouro.

João Kolenda Lemos

Nascido em 1922, gaúcho, foi enviado para o seminário de teologia das Assembleias de Deus em Springfield — Estado de Missouri — Estados Unidos e em um dos períodos de suas férias conheceu a jovem Ruth Dóris, formada em teologia, que posteriormente se casaram, em 1950. Após concluir os estudos no seminário, o casal Kolenda veio para o Brasil como missionários. O desejo de fundar um seminário de teologia surgiu entre os anos de 1956 e 1957, quando iniciaram um árduo trabalho na tradução de livros, manuscritos e outras literaturas para a língua portuguesa, para que pudessem fundar no Brasil o Instituto Bíblico. Em 1958, nasceu o IBAD - Instituto Bíblico das Assembleias de Deus, que desde a sua fundação, João Kolenda lecionou ininterruptamente ao longo desses 50 anos. No dia 28 de dezembro de 2012 falecia o Pr. João Kolenda, um dos pioneiros na área de Educação Teológica das Assembleias de Deus no Brasil.

Rosângela Maria Pires

Nasceu em 1955, em Pindamonhangaba. Aos 22 anos concluiu o curso de Técnica em Edificações pela Unitau e logo percebeu que sua vocação pedia mais. Assim, aos 26 anos, concluiu o curso de Enfermagem e Obstetrícia, especializando-se em Saúde Pública e Saúde da Família. Atuou como enfermeira na Secretaria de Saúde da Prefeitura de Pindamonhangaba, onde deu oportunidade a sua vocação no atendimento fraterno de pessoas carentes e de todos aqueles que a procuravam. Incansável no cumprimento de seu dever e sensível às dores humanas, fez muitos amigos com seu profissionalismo, atenção aos que recorriam aos seus cuidados, lealdade e principalmente a sua habilidade em lidar com a adversidade e os conflitos humanos. Em 2014, o diagnóstico de câncer a fez se afastar compulsoriamente do que era mais precioso, o trabalho. Lutou muito pela vida e aceitava com passividade e resignação o que a vida lhe impusera, até que em janeiro de 2017, seu corpo já frágil e tomado pela doença, não resistiu mais, vindo a falecer.

Professor Luiz Sávio Neto

Nascido em 1948, em Recife-PE, foi o primeiro filho do militar Antônio Sávio e de Antônia de Lima Sávio. Era o mais velho de 4 irmãos. Teve uma infância simples, sem luxo, mas muito feliz, rodeada de amigos e muitos sonhos. Sempre buscando crescer na vida, fez dois cursos superiores: Matemática e Engenharia Mecânica. Em 1973 entrou na empresa Villares, ano em que se casou com Maria Inês Hipólito, com quem teve 4 filhos. Em 1979, foi transferido para Pindamonhangaba, cidade que conquistou toda a família. Lecionar e o interesse pela educação sempre estiveram presentes na sua vida. Iniciou seu trabalho ministrando aulas em Santo André, como professor de matemática, Já em Pinda, conciliou o trabalho de engenheiro ao de professor, nas escolas João Pedro Cardoso e Alfredo Pujol. Em 1997 mudou sua carreira e optando por apenas dar aulas, passando a ser professor na rede de ensino Anglo, nas cidades de São José dos Campos, Jacareí, Taubaté e Pindamonhangaba, além da rede municipal de Tremembé. Por onde passou sempre foi muito atuante e querido, alegre e expansivo, tendo muita facilidade na comunicação com adolescentes. Em 2005 assumiu a Secretaria de Educação e Cultura de Pindamonhangaba, cargo que exerceu com muita dedicação, trabalhando muito pela cidade. Entre seus feitos destaca-se a instalação da FATEC em Pindamonhangaba. Faleceu em maio de 2017, aos 69 anos de idade.

Próxima Sessão Ordinária

A 19ª Sessão Ordinária de 2018, será realizada na próxima segunda-feira, dia 04 de junho, a partir das 18 horas, no Plenário “Francisco Romano de Oliveira”, à rua Alcides Ramos Nogueira, 860 – Mombaça. A sessão é aberta à população e poderá, ainda, ser acompanhada através da transmissão “ao vivo” pela internet no portal www.pindamonhangaba.sp.leg.br e no canal 4 da operadora NET.